Ramires faz ‘descompressão’ tática no Chelsea

Mergulhadores, quando alcançam grandes distâncias em suas jornadas água abaixo, passam pela descompressão na subida. Precisam se adaptar novamente à menor pressão das camadas mais superficiais. Situação análoga vive Ramires, no Chelsea, que aprende a executar nova função.

Do Cruzeiro para o Benfica, Ramires manteve-se como apoiador pela direita em semelhantes sistemas táticos 4-4-2 com meio-campo em losango. Nesta circunstância, evindenciou como principal característica a passagem veloz, ou sem a bola para receber, ou conduzindo-a.

No Chelsea, entretanto, Ramires não desempenha mais a função do apoiador (ou carrillero, ou box-to-box). Carlo Ancelotti configura um 4-3-3 com três jogadores de marcação no meio-campo, sem meias articuladores, com áreas de movimentação e atribuições diferentes, se comparado ao 4-4-2 com o qual o brasileiro está acostumado.

Agora, Ramires tem três atacantes à frente. Seu apoio ultrapassando a linha da bola, ou então sua condução rápida, não é mais prioridade. Do contrário, Ramires precisa ser um passador. Desarma, e aciona – na bola curta ou longa – os jogadores de frente. E faz, ainda, a cobertura de Ashley Cole, lateral-esquerdo sempre liberado para assessorar Malouda nas transições ofensivas.

Não cobro, portanto, de Ramires o mesmo que esperava dele no Cruzeiro e no Benfica. Sua contribuição ofensiva precisa ser menor, e mais dirigida à segunda bola, à recuperação do rebote ofensivo – como muito bem faz Lampard, de quem guarda o lugar no time. Ele aparecerá menos nos compactos de melhores momentos das emissoras de TV.

A perspectiva para Ramires emplacar, mantido o 4-3-3 atual no Chelsea e a função a ele destinada por Ancelotti, está vinculada a três ações: marcação, passe preciso e chute de média distância. Ou seja, recuperar a bola; a partir daí, ou entregá-la com qualidade aos atacantes e laterais, ou concluir a gol. Sem conduzir demais a bola, e principalmente sem desguarnecer a zona de marcação, mantendo-se mais fiel ao posicionamento original.

Anúncios
Esse post foi publicado em Chelsea e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Ramires faz ‘descompressão’ tática no Chelsea

  1. Pedro Lampert disse:

    Perfeito… Apesar do Essien apoiar mais quando joga ao lado de Ramires e Obi Mikel, o ganês também não é um box-bo-box. Lampard também não é box-to-box atualmente, com o inglês atacando mais, porém não sendo propriamente o box-to-box.

    Ramires precisa evoluir bastante duas das três características citadas que ele vai usar nessa nova função: passe preciso e chute de média distância.

    Em termos de chutes, nunca me lembro de ter visto um chute perigoso do Ramires com a camisa do Benfica. Já nos passes, nem sempre ele vai bem. Contra o Man. City, por exemplo, o brasileiro pegava a bola, pensava e quando via, já havia sido desarmado… Ou seja, precisa pensar mais rápido.

  2. Fábio Nonato disse:

    Cecconi, uma coisa que o Ramires precisa melhorar para essa nova função é o chute ao gol de longa distância, nas demais ele esta bem!

  3. Yan Guedes disse:

    Tem um lado ruim e um lado bom para o Ramires. O lado ruim é que ele não irá jogar como realmente gosta, como jogou no Cruzeiro e no Benfica. O lado bom é que se for bem trabalhado vai se tornar um meia praticamente completo. Ramires sempre foi de acelerar o ritmo de seu time, no Chelsea ele terá que saber cadenciar também. Sendo assim, terá que evoluir no passe.

    E no jogo de ontem contra o Arsenal o Ramires fez uma bela atuação e parece que tem tudo para se dar bem nessa nova função. Só será complicado ele conseguir a vaga de titular, já que Lampard e Essien são intocáveis no time do Carlo Ancelotti. Mas como os Blues disputam quatro competições e não possuem um elenco tão grande, Ramires deve atuar com certa regularidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s